BOMBAS PERISTALTICAS

MAQUINAS E EQUIPAMENTOS P/ INDUSTRIA DE CHOCOLATES

ESTE SITE NÃO VENDE PRODUTOS PELA INTERNET

SÓ DIVULGA

PARA INFORMAÇÕES E VENDAS USE O TELEFONE  019 3673 7358 OU

EMAIL=josediasgoncales@gmail.com

images_002.jpgimages_016.jpgimages_013.jpg

Bombas Peristálticas – Aplicações e Experimentação

A bomba peristáltica é um equipamento utilizado na indústria e em laboratórios para movimentar fluídos em sistemas que precisam de fluxo continuo ou dosagem. O seu funcionamento se dá através do giro de um motor de corrente contínua que possui roletes em seu eixo. Conforme o torque do motor atua, ele movimenta esses roletes, que são responsáveis por comprimir a tubulação. Quando ela volta para a sua dimensão inicial, gera um vácuo que aspira o fluído. Quando o fluído entra na cavidade formada pelos roletes, ele é empurrado para a saída da mangueira, e assim ele é movimentado.

O princípio de funcionamento da bomba peristáltica pode ser comparado ao sistema de bombeamento no corpo humano, que utiliza a compressão/relaxamento de músculos para impulsionar sangue, oxigênio e até alimentos. No caso da bomba, utiliza-se da pressão gerada pelos roletes. Na Figura 1 é mostrada uma animação do funcionamento desse tipo de bomba.

Bomba peristálticaFigura 1. Animação de uma bomba peristáltica em funcionamento.

A bomba peristáltica é caracterizada como uma bomba de deslocamento positivo autoescorvante. Suas principais vantagens são:

  • Capacidade de transportar o fluído sem entrar em contato com o mesmo;
  • Capacidade de impedir fluxo reverso e sifonação sem a utilização de válvulas;
  • Capacidade de lidar com fluídos abrasivos, semi-líquidos, viscosos ou sensíveis ao cisalhamento;
  • Baixa manutenção.

Devido a essas vantagens, as bombas peristálticas são usadas em diversas aplicações, como:

  • Circulação extracorpórea (medicina), para manter o fluxo de sangue e oxigênio em pacientes, bem como em hemodiálise;
  • Transporte de produtos em manufatura (indústria), de diversos tipos como massa cerâmica, tintas, látex, ovo líquido, massa de mármore, colas, polímeros, geleias, mel, produtos alimentícios em geral, etc;
  • Transporte de substâncias químicas perigosas que não reajam com o material da tubulação;
  • Em diversas aplicações, como na automatização de aquários.

Para demonstrar a utilização dessa bomba para movimentar soluções de um recipiente a outro foi efetuado um experimento. Para realizá-lo, foram usados:

  • Fonte CC (de 12V a  24V);
  • 2 Recipientes;
  • Mangueiras para a tubulação da bomba.

Nesse experimento pode-se observar a bomba em funcionamento. De acordo com a tensão escolhida, a bomba irá dosar com uma vazão mais alta ou baixa de forma diretamente proporcional à tensão aplicada.

Para possibilitar a visualização da bomba em funcionamento, é preferível que se utilize dois reservatórios, um com e outro sem água. Dessa forma, a bomba irá dosar o líquido de um reservatório ao outro. Porém, deve-se atentar a polarização do motor, pois de acordo com a sua ligação a bomba dosará em um sentido ou no outro.

O vídeo a seguir

  • Bomba Peristáltica (com motor CC de 24V);

demonstra o experimento conduzido:

Obs.: Opcionalmente pode-se utilizar uma fonte de 24V e o controle de velocidade do motor da bomba de forma modificar sua vazão. O circuito e programação necessários podem ser os mesmos descritos neste post.

Deixe um comentário

Seguir